QUEM SOMOS | ABOUT US

Fundada em 2006 com o principal intuito de promover a colaboração entre os Zoos e Aquários de Portugal, a APZA – Associação Portuguesa de Zoos e Aquários, é formada e representa nacional e internacionalmente cinco das principais instituições nacionais que contribuem para a Conservação da Natureza e da Biodiversidade.

Em conjunto, o Aquário Vasco da Gama, o Grupo Lobo, o Jardim Zoológico de Lisboa, o Oceanário de Lisboa e o Zoo Santo Inácio fomentam junto dos seus membros:

- A promoção da consciencialização do público visitante quanto à importância da Conservação da Natureza;

- A partição ativa e desenvolvimento de projetos de investigação científica e de programas de Conservação da Biodiversidade, com especial enfoque nas espécies ameaçadas;

- O desenvolvimento e promoção de medidas eficazes de educação ambiental;

- O desenvolvimento e partilha de métodos de práticas laborais especializadas;

- A melhoria e constante aperfeiçoamento das condições de bem-estar e métodos de acolhimento dos animais sob sua responsabilidade;

- A qualidade e o impacto da experiência de visita proporcionada às comunidades influentes como forma de sensibilização para a Conservação da Natureza;

- A utilização sustentável dos recursos naturais;

ABOUT US

Founded in 2006, with the main aim of promoting the collaboration between the Portuguese Zoos and Aquariums, the APZA – Portuguese Association of Zoos and Aquariums is composed and representative, on a national and international level, of five of the main Portuguese institutions which contribute to the Conservation of Nature and Biodiversity.

As a whole, the Aquário Vasco da Gama, the Grupo Lobo, the Jardim Zoológico de Lisboa, the Oceanário de Lisboa and the Zoo Santo Inácio encourage the APZA members to the:

 - Development of environmental awareness amongst the members’ visitors regarding the importance of Nature Conservation;

- Development and active participation in scientific research projects as well as in Biodiversity Conservation programmes, with a special emphasis on threatened species;

- Development and promotion of effective measures in the arena of environmental education;

- Development and exchange of specialised labour practices and methods;

- Enhancement and continuous improvement of the animal welfare requirements and accommodation methods for the animals under the umbrella of the APZA;

- Quality and impact of the visitors’ experience which is provided to the influential public communities in such a way that promotes their engagement with Nature Conservation;

- Sustainable use of the natural resources.

É formada por 5 membros:

The APZA is composed by 5 members:

AQUÁRIO VASCO DA GAMA


O Aquário Vasco da Gama, foi inaugurado a 20 de Maio de 1898, por ocasião da comemoração do 4º Centenário da Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia. Entregue à Marinha de Guerra Portuguesa em 1901, tem vindo a desempenhar desde sempre um notável papel de divulgação da Vida Aquática em Portugal, através de um Museu e de um Aquário.
O Museu exibe uma grande variedade de animais marinhos conservados em meio líquido e naturalizados, bem como reproduções em fibra de vidro e resinas sintéticas. É no entanto a "Colecção Oceanográfica D. Carlos I” o seu espólio mais valioso.
No Aquário,  a  exposição de espécies vivas caracteriza-se pela diversidade mas concede particular destaque à fauna local, marinha e de água doce, de Portugal, que é exibida em aquários onde se recriaram os ambientes naturais das espécies. A fauna tropical de água doce constitui, desde o início do século, outro dos atrativos do A.V.G., enquanto a fauna marinha tropical tem vindo a ser aumentada com aquários dedicados aos corais e outros invertebrados exóticos.
O Aquário Vasco da Gama tem por missão a exposição e a manutenção de exemplares vivos e aquários, aquaterrários e terrários e de colecção museológicas e oceanográficas, no âmbito da educação sobre a biologia e ecologia aquáticas, e ainda desenvolver e promover actividades de investigação e conservação no domínio da fauna e da flora aquáticas.
No total, a coleção viva inclui mais de 400 espécies e 7500 exemplares.

The Aquário Vasco da Gama (AVG) was inaugurated on the 20th May 1898, by the occasion of the celebration of the IV Centenary of the Portuguese Discovery of the Sea Route to India. It was handed over to the Portuguese Navy, in 1901, and ever since has been playing a notable role in the dissemination of information regarding the Portuguese Aquatic Ecosystems, through the work of its Museum and Aquarium. 

The Museum displays a wide array of marine animals, which were naturally preserved in a liquid medium or reproduced in fiberglass or synthetic resins. Its most valuable legacy is however the Royal Oceanographic Collection of King Carlos I.

In the Aquarium, the depiction of live specimens is characterized by its diversity, but concedes a particular emphasis to the Portuguese local fauna, both from marine and freshwater ecosystems. This is exhibited in aquariums which were designed for the adequate simulation of the natural habitats where the species can be found. The freshwater tropical fauna constitutes, since the beginning of the XX century, one of the main attractions of the AVG, while the collection of tropical marine fauna has been expanded through specific aquariums dedicated to the corals and other exotic invertebrates.

The mission of the Aquário Vasco da Gama is to exhibit and accommodate live specimens, in aquariums, aqua-terrariums and terrariums, as well as the exhibition and maintenance of museological and oceanographical collections, in the context of the public education regarding the biology and ecology of aquatic environments. It is also a key part of its mission the development and dissemination of scientific research and nature conservation activities in the context of the fauna and flora of aquatic ecosystems.


In total, the live collection includes over 400 species and 7500 specimens.





OCEANÁRIO DE LISBOA

Com mais de 19 milhões de visitantes desde a sua inauguração em 1998, o Oceanário de Lisboa eternizou a ligação do país com os oceanos. A excelência das exposições e o simbolismo da arquitetura dos edifícios fazem da visita ao Oceanário uma experiência única e inesquecível.
Tem como missão promover o conhecimento dos oceanos, sensibilizando os cidadãos para o dever da conservação do Património Natural, através da alteração dos seus comportamentos.  .
Todos os anos, recebe cerca de 1 milhão de pessoas que percorrem as suas exposições, transformando-o no equipamento cultural mais visitado de Portugal. Alunos, professores, famílias e grupos organizados podem ainda experimentar um conjunto de atividades, desde visitas guiadas, workshops temáticos, palestras, concertos para bebés, festas de aniversário, e até passar uma noite especial lado a lado com os tubarões.
O Oceanário colabora com várias instituições e universidades e financia projetos de investigação científica e de conservação da biodiversidade e dos ecossistemas aquáticos.

A colecção do Oceanário de Lisboa é constituída por 7000 animais de 458 espécies e participam em 9 Programas ESB.

Counting over 19 million visitors since its inauguration, in 1998, the Oceanário de Lisboa has perpetuated the connection of Portugal with the oceans. The excellence of its exhibitions and the symbolism present in the architecture of its buildings turn the visit to the Oceanário into a unique and unforgettable experience.

The mission of the Oceanário de Lisboa is to disseminate knowledge regarding the marine environment and to raise environmental awareness among the citizens, aiming for their duty in the conservation of the Natural Heritage through the adaptation of their behaviour to the best environmental practices.

Annually, the Oceanário receives about one million visitors in its exhibitions, which makes it the most visited cultural equipment in Portugal. Students and teachers, families and organised excursions can as well experience an array of activities, from guided tours, thematic workshops, lectures, concerts for babies, birthday parties and even a special overnight stay side by side with the sharks.

The Oceanário collaborates with several institutions and universities, and also donates funds to scientific research projects as well as conservation programmes targeted for the preservation of biodiversity and aquatic ecosystems.

The animal collection of the Oceanário de Lisboa is constituted by 7000 animals of 458 species, including 9 ESB programmes.

www.oceanario.pt






QUER SER MEMBRO APZA?

Do you which to became member of APZA?


Contacte-nos! Contact Us!




GRUPO LOBO

O Grupo Lobo é uma associação não-governamental de ambiente, reconhecido com o Eatatuto de Utilidade Pública, fundado em 1985 para trabalhar em prol do lobo e do seu ecossistema em Portugal.
Em 1987, o Grupo Lobo criou o Centro de Recuperação do Lobo Ibérico (CRLI) com o objectivo de acolher lobos que não podem viver em liberdade: animais vítimas de armadilhas, de maus tratos e de cativeiro ilegal. Os lobos que aqui encontram refúgio têm um importante papel na conservação desta espécie, sendo verdadeiros embaixadores dos lobos que vivem na natureza. Todos os anos, milhares de jovens e adultos têm a oportunidade de ver, pela primeira vez um lobo, quando visitam o CRLI, sendo informados dos perigos que corre esta espécie ameaçada de extinção em Portugal, ao mesmo tempo que lhes é disponibilizada informação sobre a sua biologia e ecologia.
Actualmente, o Grupo Lobo conta com uma colecção animal de 4 machos e 6 fêmeas de Lobo Ibérico.

Grupo Lobo is an independent, non-profit environmental association, also recognised as a public service entity. It was founded in 1985 with the aim of contribute to the conservation of wolf and its habitat in Portugal, where the wolf population has been declining for many decades. In 1987,  Grupo Lobo created the Iberian Wolf Recovery Centre (IWRC), aiming to provide a suitable environment for wolves that cannot live in the wild – giving wolves that have been rescued from inappropriate captivity, or are injured or disable, a safe and secure sanctuary.. The animals finding refuge in the IWRC play an important role in their species conservation, as truly ambassadors of the wolves living in nature. Every year, thousands of adult and young people have the opportunity to observe a wolf for their first time, during their visit to the CRLI, while they receive information regarding the species biology and ecology.

Actually, Grupo Lobo has a collection of 6 males and 7 females of Iberian wolf. 





JARDIM ZOOLÓGICO DE LISBOA

Com mais de 130 anos de existência, o Jardim Zoológico foi o primeiro parque com fauna e flora da Península Ibérica e, actualmente, acolhe cerca de 2000 animais pertencentes a cerca de 330 espécies. Destas,115 estão ao abrigo de programas de conservação internacionais, integrando populações geridas através de EEPs e Studbooks, sendo que 188 pertencem aos anexos I e II da Convenção CITES.

A sua principal missão é desenvolver um parque, tanto zoológico como botânico, como um centro de conservação, reprodução e reintrodução de espécies em vias de extinção, através da investigação científica e de programas de enriquecimento ambiental. Aliados a estes factores, estão as vertentes pedagógica e lúdica, que permitem ao visitante ter uma experiência única na natureza, sem sair de Lisboa.

With over 130 years of existence, the Jardim Zoológico de Lisboa was the first park to present fauna and flora of the Iberian Peninsula. It currently hosts around 2000 animals of 330[LT1]  different species, among which 115 species are included in international conservation programmes, while their respective animal populations under human care are managed on a genetic and demographic basis through EEPs and Studbooks. Moreover, 118 species of its animal collection are included in the CITES I and II Appendices.

Its main purpose is the development of both a zoological and botanical park as a centre for the conservation, reproduction and reintroduction of threatened wild species, by means of scientific research and environmental enrichment programmes. This is combined with its pedagogical and entertaining dimensions, which allow the visitors to have a unique natural experience without leaving Lisbon city.





ZOO SANTO INÁCIO

A 10 minutos do Porto, mais precisamente em Vila Nova de Gaia, situa-se o Zoo Santo Inácio, o maior e mais verde parque zoológico do norte do país.

Com pouco mais de uma década de existência, o Zoo Santo Inácio tornou-se já no Zoo de referência do Grande Porto.

A sensibilização para a proteção da vida selvagem e o bem-estar dos animais são a principal preocupação do Zoo Santo Inácio. Os amplos espaços verdes albergam cerca de 800 animais de 260 espécies, das quais 11 pertencem ao Programa ESB e 25 espécies são EEP, tais como os Pinguins de Humboldt, o Leão asiático, o Veado das Filipinas e o Hipopótamo-pigmeu.

Aliado a uma atmosfera natural, que torna o Zoo Santo Inácio num espaço único e inesquecível, é possível assistir a fantásticas demonstrações de comportamento animal. Esta proximidade à vida selvagem permite ao Zoo Santo Inácio contribuir para a criação de cidadãos com maios consciência ambiental e maior sensibilidade para a proteção do meio ambiente.

A 10 minutos do Porto, mais precisamente em Vila Nova de Gaia, situa-se o Zoo Santo Inácio, o maior e mais verde parque zoológico do norte do país.

Located 10 minutes away from Oporto, more precisely in Vila Nova de Gaia, the Zoo Santo Inácio is the largest and greenest zoological park in the north of the country.

With slightly over a decade of existence, the Zoo Santo Inácio has already become the reference zoo of the Oporto region.

Raising public awareness regarding the need for wildlife protection and animal welfare is the main concern of the Zoo Santo Inácio. Its wide green areas accommodate around 800 animals of 260 species, among which 11 are included in ESB programmes and 25 in EEP programmes, such as the Humboldt Penguin, the Asian Lion, the Philippine Spotted Deer and the Pigmy Hippo.

Alied to a natural ambience, which makes the Zoo Santo Inácio a unique and unforgettable area, it is possible to watch amazing presentations of wild animal behaviours. This closeness to the wildlife enables the Zoo Santo Inácio to contribute for the citizens’ education, aiming for a higher environmental awareness and sensitivity for the environment protection.